Felipe e Keké – ” O Abandono que deu certo “

Todo dia antes de dormir ele é o último que vou beijar, trocar a fralda, dar a mamadeira, hj tbm coloquei um pouco no sorinho pq ele não conseguiu beber muito líquido.
Faço isso todos os dias. Fico sentada do lado do berço fazendo essas coisas e conversando com ele, falo o quanto ele me fez , e ainda me faz feliz etc e muitos etc…
E agradeço, falo muito “obrigada, obrigada, obrigada” seguidos de beijinhos na testa.

Penso, penso muito no dia da nossa separação, sei que não está longe, e sei tbm que nunca estarei preparada.

Penso no ABANDONO, e sobre a pessoa que um um dia fez isso com ele.

Apenas sei que foi uma mulher, que o levou já paraplégico para dar um banho num Pet Shop e nunca mais apareceu pra buscá-lo, e assim ele foi parar no CCZ.

Até os dias que ele viveu no CCZ eu não me conformava com essa pessoa ter feito isso, desejei muito mal, mas quando eu o adotei todo meu pensamento mudou.

Queria muito conhecer essa pessoa, queria agradecer, queria falar que sou eu que cuido do cão que ela abandonou, e que eu a perdoava, talvez até daria um abraço de agradecimento, pois ela me deu um dos maiores presentes .

O abandono que deu certo, o abandono que faltava pra completar meu coração, o abandono que poderia hj talvez ter sido uma eutanásia num CCZ qualquer, o abandono da sorte e isso é muito raro.

Felipe nunca sentiu falta da antiga casa ou da antiga dona, ao chegar na minha casa e já no segundo dia, ele atendia pelo nome Felipe e me seguia por toda a casa, num amor inigualável, como se já fosse meu desde filhote.

Claro que um dia a pessoa que o abandonou pagará com as consequências , não desejo, mas a tal justiça divina, essa que não falha, essa que faz com que as consequências cheguem nas pessoas.

Eu fiz parte do abandono da sorte, mas muitos ” Felipes” não tem.

Agora aqui sentada pertinho dele, olhando ele dormir, e após dar muito beijinho cafungando seu cheirinho, escrevo pra variar um grande “textão”, e dividir um pouquinho com vocês o que “um dos” ABANDONO mudou minha vida.

Bom dia.

NOTA: O Felipe infelizmente faleceu na manhã seguinte à esse texto tão lindo.

 Agradecemos à querida Keké Flores que nos autorizou publica-lo e por compartilhar conosco esse momento.

Felipe, você foi uma luz e agora está brilhando como nunca e estará sempre vivo nos nossos corações.

This entry was posted in Amigos pra cachorro. Bookmark the permalink.