Nota de Falecimento

O que torna alguém especial? O que faz uma existência ter valido a pena?

Se perguntassem para a D Nilza, ela diria que o sucesso de uma vida de privações, miséria e tristeza se devia à todas as vidas dos animais que salvou. Que só por eles valia a pena ter vivido, ter resistido à fome, à solidão, à exclusão social. Que só eles traziam alguma alegria.

E que graças a eles, ela encontrou o Cão sem Fome e morreu cuidada e com dignidade. Protetores de animais fazem falta no mundo. Talvez não para as pessoas que passam por eles como se fossem invisíveis, da mesma forma que são invisíveis os animais abandonados, maltratados e mutilados que eles acolhem. Mas Protetores são importantes para aqueles animais que foram resgatados, cuidados e para aqueles que foram doados e terão uma vida de alegrias nos seus lares. Com certeza ela recebeu em vida, bem menos do que merecia, mas na sua ignorância e com seus poucos recursos fez muito por uma sociedade que ainda despreza o direito dos animais. Quando um Protetor morre, morre com ele a esperança de salvação de todos os cães e gatos que teriam uma porta aberta, uma mão amiga, um socorro. Também ficam órfãos os que ela deixa, responsabilidade de uma sociedade inteira, que ainda não aprendeu proteger, cuidar e amar.

Hoje a família Cão sem Fome está de luto pela morte da Protetora D Nilza e nossos pensamentos são para que ela seja recompensada em outro plano, pelo trabalho de amor que realizou em prol dos que não podem pedir por si mesmos. Que a D Nilza receba todo nosso carinho. #SOSQUINTAL

This entry was posted in D. Nilza. Bookmark the permalink.