Lançamento da Campanha “Abrigo não é Lar”

A cada dois anos o Cão sem Fome lança uma Campanha de Proteção Animal e o tema de 2017/18 é “Abrigo não é Lar”, que também é o assunto do Calendário Cão sem Fome 2018.

A ideia surgiu de uma estatística desoladora: Nos últimos meses a maior parte dos acolhimentos nos nossos Quintais tem sido de cães abandonados pelos próprios tutores e não de animais de rua. Abandonar um cão, que já teve um tutor, em um Abrigo, ONG ou na casa de um Protetor é cruel e desumano, porém isso está cada vez mais comum.

Tem gente que acha que só os vira-latas são abandonados, mas não é verdade. Cães de raça também são! Há pessoas que compram animais de raça, mas em pouco tempo se cansam deles e abandonam. Outras pessoas ficam desempregadas, mudam de casa, se divorciam e não conseguem inserir os animais nas mudanças da sua vida. Há pessoas também que abandonam quando percebem que um animal dá despesa, trabalho e consome tempo, ou se livram de seus cães quando estão velhos e doentes.

Algumas dessas pessoas acabam procurando uma ONG ou um Protetor para deixar o seu animal e se acham melhores do que aqueles que abandonam na rua, mas vou dizer para vocês, que abandono é abandono, seja do jeito que for.

Muitas pessoas também encontram animais perambulando pelas ruas, ou em situações de risco e procuram Abrigos para recolhe-los.

As ONGS e Protetores estão superlotados e em alguns lugares os animais já passam fome e são maltratados. A realidade de um Abrigo está longe do que as pessoas imaginam: São dezenas de cães disputando espaço, comida, água e atenção o tempo todo. Dormindo de forma improvisada, sob muito estresse e com tudo muito racionado, porque todos Abrigos vivem de doações e estão passando por grandes dificuldades.

Abrigo é um lar temporário, enquanto uma adoção não chega e deve permanecer assim. Para cada animal adotado, abre-se uma vaga para mais um acolhimento e mais uma vida é salva. Não existe Abrigo, Quintal ou ONG que dê conta do tamanho do abandono que existe e esses lugares só podem atuar com o mínimo de dignidade, se estabelecerem limites e trabalharem intensamente para a adoção dos animais.

Infelizmente sabemos que não há lares para todos, e que grande parte dos cães e gatos de nossos Quintais estão condenados a passarem lá o resto de suas vidas.

O processo de esvaziamento de Abrigos de qualquer natureza é consequência de uma política pública séria de Proteção Animal que está muito longe de ser implantada, com esterilização em massa dos animais, tanto de rua, como dos tutelados.

Mas também é necessário a conscientização da população para a adoção de animais ao invés da compra e coibir o abandono, com punições severas para os maus tratos e campanhas educativas sobre posse responsável e direitos dos animais.

Com essa Campanha o Cão sem Fome busca dar uma pequena contribuição para a mudança que desejamos, dialogando com a sociedade e buscando adoções para os cães sob nossa proteção.

Convidamos vocês a fazerem parte dessa ação!

Abrigo não é lar!

Diga NÃO ao abandono!

Adote um cão de Abrigo/ONG ou Quintal!

Seja parte dessa mudança!

This entry was posted in Campanhas e Eventos. Bookmark the permalink.